Câncer de pele não melanoma e melanoma.

Você está na categoria » Doenças
cancer_pele_melanoma_dermatologista_dermatologia_palmas

Estimativas do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam o câncer da pele não melanoma como o mais comum no Brasil, correspondendo a 25% de todos os tumores malignos registrados no país. Em 2014, o órgão espera 98.420 casos novos do tipo não melanoma entre homens e 83.710 em mulheres. Para o melanoma, são aguardados 2.960 casos novos no público masculino e 2.930 no feminino. Nas mulheres, o câncer da pele não melanoma é o mais frequente em todas as regiões, com um risco estimado de 112,28/100 mil na região Sudeste. São estimados cerca de 188 mil novos casos de câncer de pele não melanoma no Brasil, em 2014.

O câncer da pele pode ser dividido em dois grupos distintos:

O não melanoma, mais frequente e menos agressivo. Acomete mais as populações de pele clara. São tumores de crescimento lento, localmente invasivos e raramente resultam em metástase a distância. É uma doença com altas taxas de cura se tratada de forma adequada.

cancer_de_pele_não_melanoma_

Carcinoma basocelular.

 

 

O melanoma é menos frequente do que os outros tumores da pele, porém sua letalidade é mais elevada. Acomete principalmente pessoas de peles claras. Se detectados em estágios iniciais são curáveis e com bom prognóstico.

cancer_de_pele_melanoma_

Melanoma.

 

Procure um médico da sua confiança. O seu dermatologista poderá te orientar sobre os melhores tratamentos.

Por: Ronis Silva CRM-TO 2787.

Veja também: Avaliação 3D da pele ( Visia )

 

Agendar consulta no (63) 3214-5536.