Como escolher shampoo.

Você está na categoria » Notícias
shampoo-anti-queda

Antigamente todo mundo usava o mesmo shampoo, mas hoje há os específicos para cabelos lisos, cacheados, secos, mistos, normais, oleosos e por aí vai… E, com tanta opção, fica até difícil escolher um frasco para levar para casa.

Vamos ver algumas dicas de como comprar o produto ideal:

Primeiro passo: saber exatamente qual seu tipo de cabelo

É importante saber que os shampoos influenciam na hidratação e limpeza do couro cabeludo, mas não na forma dos fios. Por exemplo, um shampoo para cabelos lisos não vai ser bom para cabelos cacheados, nesse caso só com químicas mais agressivas.

No entanto, cada tipo de shampoo tem uma carga elétrica específica que se transfere para o cabelo. Isso, sim, pode dar mais ou menos volume às madeixas, causando a sensação de fios mais ou menos ondulados. Essa carga, aliás, permanece no cabelo com o uso continuado do mesmo produto. Por isso, é recomendável mudar de shampoo com certa periodicidade.

Segundo passo: produção de sebum. 
Os cabelos se classificam em: extremamente seco, seco, misto e normal. Se você usar um shampoo para cabelos secos em um cabelo oleoso, aí, sim, vai ver uma diferença gritante na oleosidade do cabelo, pois esse tipo de produto tem hidratantes potentes. O mesmo vale para um shampoo de cabelos oleosos em um cabelo seco: prepare-se para o “efeito palha”.

No caso de cabelos secos e mistos, sempre vale usar um condicionador após a lavagem. Principalmente se usar shampoos anticaspa, pois eles costumam ressecar muito os fios. Já cabelos oleosos e curtos não têm tanta necessidade de hidratação complementar. As pontas desses cabelos recebem o sebo com mais facilidade, por isso não precisam dessa ajudinha extra.

Evite shampoos com silicones, pois encapam os fios e “fingem” que cuidam dos cabelos. Já os extratos vegetais são sempre benvindos, como o de alecrim, ideal para fios oleosos, e o de aloe vera, que ameniza dermatites. Cabelos tingidos e quimicamente tratados se beneficiam muito dos shampoos com queratina e antioxidantes, que reestruturam e protegem a cor, respectivamente.

Procure um médico da sua confiança. O seu dermatologista poderá te orientar sobre os melhores tratamentos.

OS MELHORES TRATAMENTOS CAPILARES

O microagulhamento capilar ( Drug Delivery ) é feito com dermarroler, que é passado diretamente na pele, abrindo canais no couro cabeludo, para aplicação de medicamentos. Essas medicações tem como função fazer um estimulo nos folículos pilosos.

Intradermoterapia é um tratamento capilar, que consiste na introdução de substâncias para tratar a queda de cabelos e estimular o crescimento de novos fios. Por meio de injeções no couro cabeludo, ela tem como objetivo proporcionar uma alta concentração de substâncias no local.

O laser capilar usa baixas energias para estimular o crescimento de pelos nas áreas tratadas. Foi descoberto como um efeito colateral da depilação a laser.